Você está aqui: Página Inicial > Escritório de atendimento > Desenvolvimento > Governança de TI

Governança de TI

Para o constante aperfeiçoamento dos serviços que presta à sociedade brasileira, o Serpro adota um Modelo próprio de Governança de TI. Trata-se de um conjunto de melhores práticas assumidas por todos os atores da instituição, com intuito de garantir controles efetivos, minimizar riscos, ampliar o desempenho, otimizar a aplicação de recursos e orientar as decisões.

A premissa mais importante da Governança de TI no Serpro é alinhar as diretrizes e objetivos estratégicos no campo da tecnologia da informação, com o desafio de aumentar a eficiência e a produtividade. Em linhas gerais, o documento se propõe a identificar com clareza as seguintes questões:

  • Que decisões devem ser tomadas para garantir a gestão e o uso eficaz da TI?
  • Quem deve tomar essas decisões?
  • Como tomá-las e monitorá-las?

Com a identificação desses elementos, é possível conquistar significativos avanços na monitoração dos processos corporativos da empresa. Em consequência disso, viabiliza-se a construção de estratégias tecnológicas e arquiteturas de TI mais coerentes e afinadas às metas e necessidades do negócio da empresa: prover soluções tecnológicas ao Estado brasileiro e garantir o fortalecimento dos serviços de governo eletrônico.

A Governança de TI compreende vários mecanismos e componentes que, logicamente integrados, permitem o desdobramento da estratégia de TI até a operação dos produtos e serviços correlatos. As melhores práticas: BSC, PMBok, CobiT, ITIL, CMMI e ISO 17.799 são adotadas na empresa, além de outras plataformas tecnológicas.